9.6. Métodos com parâmetros do tipo array

Na Secção 9.3. vimos um excerto de código que imprime os elementos de um array de inteiros.

Por ser uma ação muito usual nos programas que vamos fazer neste curso, pois é uma forma de irmos verificando o efeito das ações dos nossos programas, vamos criar um método que, dado um qualquer array de inteiros, imprime-o no standard output.

Como não sabemos nada acerca do array, a não ser que os seus elementos são inteiros, temos que usar o seu atributo length para conhecermos quantos elementos tem.

O método main seguinte cria um array com oito inteiros aleatórios no intervalo [0,10], usando a função vetorDeAleatorios da secção anterior, e imprimem esses valores no standard output, invocando o procedimento imprimeVetor.

O método imprimeVetor não modifica os elementos do array.

Experimente executar o programa completo:

Repare no estado da memória em várias fases da execução:

 

9.6.2. Calcular o máximo de um array de números

Em muitas ocasiões precisamos de calcular o maior ou menor valor de um dado conjunto de valores. Para calcular, por exemplo, o máximo valor contido num array de inteiros, temos que percorrer todos os elementos do array e determinar qual é o maior.

Como não conseguimos olhar para todos os elementos de um array ao mesmo tempo, temos que ir um a um e tentar perceber se o valor dele é importante ou não para o nosso objetivo. O valor de um elemento é importante se for maior do que todos os que já inspecionámos até lá chegar.

Se for maior que todos os outros que já inspecionámos, então ele passa a ser "o maior que vimos até agora" e é esse valor que deverá ser usado quando inspecionarmos o elemento seguinte do array.

No fim, quando já inspecionámos todos os elementos do array, o máximo será o valor do atual "o maior que vimos até agora".

Só falta decidir que valor terá esse "o maior que vimos até agora" logo no início, quando ainda não inspecionámos nenhum elemento do array. O que podemos decidir é que, quando inspecionamos o elemento de índice 1 do array, "o maior que vimos até agora" é o elemento de índice zero, o primeiro elemento do array.

Segue-se uma solução:

Repare na pré-condição. Além de exigir que o parâmetro v tenha um valor diferente de null, precisamos também de exigir que o array tenha pelo menos um elemento (v.length > 0) – não tem sentido calcular o máximo de um vetor vazio, além de que iria dar erro de execução quando, na primeira instrução do corpo do método tentássemos aceder ao elemento v[0].

9.6.3. Modificar os elementos de um array dado como parâmetro

Como um parâmetro de tipo array recebe uma referência a um objeto, então é possível modificar esse objeto através dessa referência. Há casos em que isso é desejável.

Para um dado array v e um dado valor do seu parâmetro val, o método seguinte altera para o valor val cada elemento do array v que tenha um valor inferior a val.

A cada invocação do método para um dado vetor e um dado inteiro, é copiada para o parâmetro v a referência ao vetor dado e para o parâmetro val o valor do inteiro dado; de seguida, todos os elementos desse vetor que tinham valores inferiores ao dado inteiro ficam com um valor igual a esse inteiro.

As instruções seguintes criam um array com oito inteiros aleatórios no intervalo [0,20] e de seguida alteram os valores desse array que são menores que 10 para o valor 10. Imprimem os elementos do array antes e após essa alteração.

De seguida exemplificamos o estado da memória em várias fases de uma possível execução das instruções acima:

 

 

 

 


 

Anterior: 9.5. Funções cujo resultado é um array

Seguinte: 9.7. Arrays multi-dimensionais